Uma das melhores maneiras de conhecer o nosso presente e o nosso mundo é através do estudo do passado. Se observarmos quais são as nossas raízes, abriremos as portas para muitas respostas ligadas ao mundo atual. Por exemplo, lendo os provérbios vikings sobre a vida, sobre a morte, sobre o futuro da sociedade e das pessoas…

Muitos tratam a sociedade viking como um grupo de piratas selvagens que só pensavam em guerra, pilhagem e morte. No entanto, apesar da violência de seus grupos, eles também geraram grandes fontes de conhecimento, e os seus provérbios são um bom exemplo disso.

Além dos provérbios vikings, suas sociedades criaram uma poderosa iconografia e lenda que foi explorada séculos depois por talentos como o escritor J.R.R. Tolkien, que contou com as suas histórias para criar a Terra Média, ou Stan Lee e seus personagens de quadrinhos, conhecidos atualmente graças ao cinema.

Provérbios vikings para aprender a viver melhor

Além do resumo injusto que os aponta como simples saqueadores violentos, a história nos diz que eles eram bons comerciantes e artesãos.Além disso, criavam lindas joias com tanta facilidade quanto inventavam fábulas e histórias que chegaram até nossos dias.

A sua religião e iconografia eram muito ricas e complexas, algo que é notado em seus provérbios.

Cuidado com o poder

“Se você comer cerejas com os poderosos, corre o risco de ter os ossos chovendo contra o seu nariz”.

Este provérbio é uma reflexão sobre poder e amizades perigosas. É parecido com um ditado muito usado por algumas pessoas que diz: ‘Diga-me com quem andas e eu te direi quem és”. Os vikings já sabiam disso.

Amizades perigosas, especialmente com pessoas poderosas, poderiam ter consequências terríveis para os humildes, que tinham tudo a perder no momento da verdade.

barco viking - 7 provérbios vikings sobre a vida

Seja precavido

“Antes de entrar em um lugar, determine por onde você poderá sair”.

Além de grandes guerreiros, os vikings eram sábios e isso os tornava precavidos. É por isso que, quando você entrar em um lugar, iniciar uma conversa ou um negócio, conseguir um novo emprego, para dar vários exemplos simples, sempre mantenha um plano de fuga.

Considere como você poderá sair de qualquer lugar, espaço, trabalho, negócios, etc. Dessa forma, você nunca estará ‘em um beco sem saída’.

A amizade

“Se você conseguir encontrar um amigo leal e quiser que sua amizade seja útil, abra o seu coração, lhe envie presentes e viaje com frequência para vê-lo”.

A civilização viking valorizava muito a amizade, a camaradagem e o companheirismo. Por isso, a partir de seus provérbios, observamos a importância que eles davam ao cuidado do círculo de apoio, compreendendo o valor que ele representava.

A prudência

“Não há melhor bagagem para transportar do que a sanidade e uma mente clara. Em terras distantes, é mais útil que o ouro e tira os pobres dos problemas”.

Também descobrimos que os provérbios vikings nos lembram da importância de sermos sensatos e coerentes. Nem todo o dinheiro do mundo poderá ser tão útil quanto o uso da inteligência e sabedoria para enfrentar qualquer problema ou confusão.

Mesmo nos confins do mundo, isso era muito útil para essa civilização que tinha alguns dos marinheiros mais ousados, capazes de atingir as costas americanas antes de Cristóvão Colombo.

Viva a vida

“Viva com esperança enquanto você está vivo; o ágil sempre se adianta. Eu vi as chamas de uma mansão, mas na porta havia um homem morto”.

Devemos lembrar também que os vikings eram amantes da boa vida, boa comida e prazer. Para eles, a vida era um caminho a seguir e a morte um salto natural, pois ali o Valhalla dos guerreiros os esperava.

É melhor não zombar de forma demasiada

“A casa daquele que zomba acaba se incendiando”.

Podemos interpretar este provérbio viking de maneiras diferentes. Por um lado, fala de prudência. Por outro, nos lembra um ditado que diz: “Se você vir a barba do seu vizinho queimar, coloque a sua de molho”. Portanto, é melhor ser prudente e justo.

barco con vikings - 7 provérbios vikings sobre a vida

Melhor um pássaro na mão…

“É melhor um pássaro livre do que um rei cativo”.

Terminamos com um sábio provérbio que os vikings usavam em seus vários significados e fórmulas. Isso nos lembra que, para preservar direitos ou moldar desejos, muitas vezes teremos que renunciar a outros.

Assim, é provável que em muitas ocasiões sejamos tentados a renunciar à liberdade, a sacrificá-la momentaneamente. Este último provérbio viking nos convida a refletir antes de agir.


 

COMPARTILHAR
Paradigma Feminino
Paradigma Feminino é o portal para a mulher moderna multitasking diária e diva nos seus momentos eu!

RECOMENDAMOS


COMENTÁRIOS